A Associação dos Taxistas de Bicicleta e Motorizada da Zambézia (ATAMOZ) esteve reunida nesta quarta-feira (26) na sua sede, com a Organização de Desenvolvimento Rural-Kukumbi a debater ideias que visam reduzir os acidentes de viação na cidade de Quelimane e melhorar as condições de segurança dos taxistas.

Higiene individual dos táxi-ciclistas, segurança pessoal, condiçõesmecânicas das bicicletas, roubos e assaltos aos taxistas, domínio de código de estrada, licença de circulação, uso de coletes reflectores com timbre da ATAMOZ, cartão de membro, foram os assuntos largamente debatidos e que os taxistas comprometeram-se a cumprir com zelo e dedicação.

O Presidente da Associação dos Taxistas de Bicicleta e Motorizada da Zambézia António Bernardinho diz-se preocupado com a vida profissional dos taxistas, que na sua óptica tem sido vítimas de roubos e assaltos aos seus meios circulantes e valores monetários colectados durante o dia.

A falta de conhecimento do código de estradas, a circulação de taxistas ilegais no Município de Quelimane também preocupa a ATAMOZ.

No final do encontro, os taxistas acordaram em aproximar o Conselho Municipal da Cidade de Quelimane para atribuição de licenças de circulação, livrete das bicicletas e motorizadas, inscrição na escola municipal de instrução de condutores de veículos com vista a aprimorarem os conhecimentos de código de estrada e consequente reeducação do índice de sinistralidade nas ruas e avenidas de Quelimane.

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: