Apesar dos esforços empreendidos pela Empresa Municipal de Saneamento (EMUSA), é notório o deposito desregrado de  resíduos sólidos em vários locais da cidade de Quelimane. O problema cinge-se no não cumprimento do horário preconizado pela postura camarária.

Todos estes factores criam dificuldades na recolha do lixo, por parte dos funcionários da EMUSA, que depois de tirarem o lixo de um local, vem o sei esforço reduzido a nada quando minutos a seguir  o mesmo local está repleto de lixo e em grandes quantidades. A reportagem do Autarca dos Bons Sinais saiu a rua, para perceber dos Munícipes dos porquês da deposição indiscriminada de resíduos sólidos em determinados locais da cidade de Quelimane e qual o apelo que deixam aos seus compatriotas.

Valas de Drenagem em Limpeza

Para os nossos interlocutores, é preciso reparar para aquilo que são os conceitos de cidadania, porque só assim, estaremos a assumir efectivamente um modo de vida íntegra e de regras fundamentais para se viver civilizadamente. Foi a partir desse ponto de vista que o Autarca dos Bons Sinais, decidiu trazer para os nossos leitores, aqueles que são os conceitos básicos de cidadania. “O conceito de cidadania tem origem na Grécia clássica, sendo usado então para designar os direitos relativos ao cidadão, ou seja, o indivíduo que vivia na cidade e ali participava activamente dos negócios e das decisões políticas. Cidadania, pressupunha, portanto, todas as implicações decorrentes de uma vida em sociedade.

Ao longo da história, o conceito de cidadania foi ampliado, passando a englobar um conjunto de valores sociais que determinam o conjunto de deveres e direitos de um cidadão “Cidadania: direito de ter direito”. Logo, leva-nos a concluir que na sua maioria, os Munícipes desconhecem aqueles que são os seus valores sociais e consequentemente seus deveres e direitos. Sabe-se inteiramente que a principal tarefa da Edilidade é manter a cidade limpa e isso passa necessariamente por um processo de valores sociais, onde a Edilidade e os Munícipes tem suas responsabilidades e obrigações, que devem ser cumpridas de forma racional para que nenhuma das partes saia lesada com a falta de cumprimento das tais obrigações.

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: