O Povo Moçambicano celebrou nesta quinta-feira (25), o quadragésimo aniversário da proclamação da Independência Nacional.

Por tanto, tratou-se, pois, do momento mais alto de exaltação e da emancipação política e reafirmação da moçambicanidade. As cerimónias oficiais ao nível da província da Zambézia tiveram lugar na Cidade de Quelimane, e contaram com a presença de diversas autoridades bem como de um grosso numero da população que foi testemunhar a efeméride.

Moçambique se tornou independente no dia 25 de Junho de 1975, depois de enfrentar uma guerra que durou 10 anos. As celebrações dos 40 anos da independência nacional decorreram sob o lema “40 Anos de Independência: Unidade Nacional, Paz e Progresso”.

Na ocasião foram condecorados com medalhas de mérito, 4 cidadãos de nacionalidade moçambicana. A medalha de mérito a Arte e letras, é atribuído ao cidadão João Francisco, a medalha de mérito Agro-pecuário a cidadã Olinda Supriano, a medalha Bagamoio foi para a cidadã Marina Mateus, a medalha de mérito no trabalho foi para o cidadão António Lima. Através do despacho Presidencial n° 154 de 25 de Junho de 2015, O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, delegou ao governador da província da Zambézia, Abdul Razak poderes suficientes para efectuar a entrega das referidas medalhas.

Trata-se de um instrumento legal que considera todos os cidadãos moçambicanos e estrangeiros a residir no país que em função das suas qualidades e empenho – se notabilizam como passíveis de Títulos Honoríficos e Condecorações.

Falando por ocasião das celebrações do dia 25 de Junho, dia da independência nacional, O governador da província da Zambézia, Abdul Razak , avançou que todo o povo moçambicano encontra-se em festa, porque celebra-se os 40 anos da Independência nacional, conseguida com muita coragem, perseverança e sacrifício de homens e mulheres que deram as suas vidas ou investiram a sua juventude em prol da libertação do povo das colónias.

‘’desde então somos um país soberano, e decidimos pró nos próprios o nosso destino. Aos quarenta anos da nossa independência tivemos um desenvolvimento notório no nosso país em todos os domínios, e ainda a muito por ser feito’’.sublinhou

No decurso das festividades do dia 25 de Junho, Isabel Guirruga, substituta do Presidente do Município de Quelimane, agradeceu de viva voz, aos libertadores da pátria, imanados na moçambicanidade, na mesma causa e objectivo de libertar o homem e a terra, provenientes de locais recônditos da então colónia de Moçambique. Vários grupos étnicos partidos e religiões juntaram-se e desenharão o quadro lógico que levo a conquista da independência nacional.

‘’ Classificamos este dia como uma das etapas da longa marcha pela liberdade, marcha esta que devera ser percorrida por todos nos, ate a meta final, que é o bem-estar de todos os moçambicanos’’. Afirmou    

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: