20140917_5558

“Nos encontramos o município falido foi por isso que o senhor Pio Matos foi retirado deste município e nós desde lá até aqui estamos a restruturar, quer a Empresa Municipal de saneamento (EMUSA) quer o Conselho Municipal para que sejam sustentáveis, como sabem a EMUSA era o saco azul do partido Frelimo, quando nós terminamos com isto, há uma tentativa de reação da parte deles e estão a aproveitar este momento eleitoral para criar um certo distúrbio, a três anos que Quelimane não tem cólera e há pessoas que não estão satisfeitas com isso   “ Extracto de uma entrevista concedida por Manuel de Araújo Presidente do Conselho Municipal de Quelimane que falava na manha de hoje à jornalistas a propósito da greve organizada por trabalhadores da empresa municipal de saneamento.

Um grupo de trabalhadores reuniu-se na manha de hoje em frente ao edifício do governo municipal de Quelimane para protestar para aquilo que chamaram de “nossos direitos”, os referidos trabalhadores exigem o pagamento do bónus, o décimo terceiro salário. Como forma de pressionar, os manifestantes, chegaram a trancar as portas dos edifícios do Conselho Municipal e da Emusa com cadeados e ameaçaram igualmente os demais funcionários com insultos como tentativa de intimidação para que não se fizessem aos seus postos de trabalho e registaram-se casos de agressão física a chefes de departamentos.

Para Manuel de Araújo este assunto foi ultrapassado num encontro a meses e na altura haviam sido determinadas datas para o pagamento e as mesmas ainda não venceram. De Araújo sublinhou que a greve é do partido Frelimo não reflete necessariamente a posição dos funcionários da instituição “ Digo que esta é a greve do Pacheco e do Veríssimo, não é a greve dos trabalhadores do Conselho Municipal, há munícipes que vieram nos informar e que participaram das reuniões de preparação desta greve e n’os tivemos informação desde o principio foi por isso que não fomos apanhados de surpresa, aliás se for a ver as cartas de aviso da greve o primeiro sitio onde elas foram entregues foi na Frelimo, temos provas e evidencias de que esta greve foi preparada na sede do comité provincial do partido Frelimo”.

http://www.youtube.com/embed?listType=user_uploads&list=quelimane24horas

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: