Manuel de Araújo, edil de Quelimane, participou de 8 a 10 de Junho, em Bona, na Alemana, no VI Fórum Global sobre Resiliência Urbana e Adaptação Climática. No evento de três dias, Araújo, fez uma apresentação sobre a experiência da urbe na área de adaptação, a visão e os projectos implementados para que a cidade se proteja dos impactos das mudanças ambientais.
Refira-se que a edilidade está a trabalhar num plano global do Município que começou com o um projecto de reposição do mangal e uma zona de conservação ambiental. Como os munícipes recorrem ao abate de árvores do mangal para a construção de casas ou para a produção de carvão, a edilidade tem em vista a implementação de uma actividade de produção de mel para que as pessoas que deixam de cortar as plantas tenham formas de ganhar dinheiro.
Um dos aspectos que o municipio prioriza é a formação dos cidadãos, dando-lhes acesso à informação. Nesse contexto está a ser construída uma casa no bairro de Icidua, que é uma das localidades que mais sofre com os efeitos das mudanças climáticas e das cheias em Quelimane. Ainda no âmbito do plano global que foi apresentado em Bona já foram criados mapas de vulnerabilidade que indicam o nível de vulnerabilidade de cada bairro de Quelimane. Também foi realizado em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane, em Quelimane, onde existe a Faculdade de Oceanografia e Ciências Marinhas, um inquérito num trabalho conjunto com os estudantes na zona de Icidua, para apurar os dados que têm permitido a formulação dessas políticas e projectos com vista a minimização do impacto ambiental
Efectivamente, o edil de teve a oportunidade de encontrar países que implementaram programas similares aos que estão a ser colocados em Quelimane. “Podemos colher da parte deles as experiências, quer negativas ou positivas. As negativas para evitarmos a repetição dos erros que já foram cometidos e as boas para podermos ampliar e melhorar o impacto desses projetos na cidade de Quelimane”.

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: