O Presidente do Conselho Municipal de Quelimane, Manuel de Araújo humilhou com o seu discurso o Governador da Zambézia durante as cerimónias do dia das forças armadas de defesa de Moçambique.
Repudiou publicamente a falsa história de Moçambique que foi encomendada nos livros escolares do país. O facto gerou polémica e atiçou a fúria de Joaquim Verissimo que acabou ferindo a sensibilidade pública com palavras de retorno ao colonialismo.
DSC_0880

There are no comments yet.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: